Os melhores lugares para visitar na Argentina

| NOTíCIAS
Os melhores lugares para visitar na Argentina
Fonte: listas.20minutos.es
A Argentina é atualmente um dos países latino-americanos que oferece mais possibilidades turísticas aos viajantes. É o destino escolhido por muitos estrangeiros que desejam experimentar novas sensações e é por isso que a atividade turística está em plena expansão. A Argentina é um país que convida você a apreciar sua natureza e seu povo e, entre suas atrações turísticas, encontramos ambientes naturais, cidades fascinantes, a tranquilidade do turismo rural e uma rica história. Aproveitar as férias na Argentina será extremamente agradável. Devido à amplitude longitudinal e latitudinal, a Argentina é atravessada por uma variedade de climas. O vasto território da República é dotado de grandes atrações turísticas. Possui meios de transporte modernos: aéreo, marítimo, fluvial, terrestre e urbano, e as principais companhias aéreas do mundo voam para a Argentina.Turismo na Argentina significa ter uma ampla variedade de opções para seus visitantes. É um país que tem quase três milhões de quilômetros quadrados (é o quarto maior país da América e o oitavo maior país do mundo). Possui uma topografia de variedade única, como climas e vegetação. A Argentina tem dentro de suas vastas fronteiras algumas das riquezas e tesouros naturais mais invejados do mundo. O espanhol é a língua oficial e é falado por todos os argentinos. Inglês, francês e italiano são idiomas espalhados em maior ou menor grau dentro do país. Suas raízes culturais são predominantemente européias, e isso se reflete em sua arquitetura, música, literatura e estilo de vida. Vários esportes são praticados, mas o futebol é o mais predominante. A alta temporada na Argentina ocorre nos meses de janeiro e fevereiro (férias de verão) e julho (férias de inverno). Durante esses períodos, há muito turismo local e os preços geralmente são mais altos. Buenos Aires pode ser apreciada durante todo o ano, embora faça muito calor no verão (principalmente janeiro e fevereiro). LISTA DEDICADA PARA: Lorenzoo !! E para todos aqueles que vivem na Argentina, eu sei que você vive na Argentina como eu !!, e você é um grande amigo: D

TOP 10:

Mar del Plata - Buenos Aires

Mar del Plata - Buenos Aires
Mar del Plata é uma importante cidade portuária e spa da Argentina, localizada na costa do mar da Argentina, a sudeste da província de Buenos Aires. Em Mar del Plata, você encontrará a praia mais adequada ao seu gosto, a trilogia privilegiada de ar, sol e mar desafia seus sentidos. A cidade é um dos principais centros turísticos do país e recebe entre cada verão cerca de 4 a 6 milhões de visitantes, produzindo um salto no número de habitantes, que em casos extremos aumentou multiplicadamente dez vezes população estável. Para receber essa onda de visitantes, possui uma infra-estrutura turística completa. Além da oferta de verão, a chamada Pérola do Atlântico. O clima de Mar del Plata é oceânico temperado, com chuvas abundantes ao longo do ano e temperaturas baixas. Os verões são amenos e chuvosos, com temperaturas muito agradáveis (média de 19/20 º) e invernos frios com frio (temperatura média de 6/7 º)

TOP 9:

Quebrada de Humahuaca - Jujuy

Quebrada de Humahuaca - Jujuy
A Quebrada de Humahuaca é conhecida no mundo por sua paisagem colorida e suas encantadoras aldeias com igrejas coloniais e seu passado inca. Atravessando o leito do Rio Grande, o caminho fica cada vez mais íngreme. Podemos ver em toda a região as diferentes tonalidades que compõem as colinas da Quebrada de Humahuaca. Não apenas as sutilezas cromáticas atraem a atenção, mas também suas texturas criadas por movimentos geológicos, erosão e tempo. Purmamarca é uma das cidades mais pitorescas. Existem poucos quarteirões de paz e casas de barro em terracota. Ao redor da praça central fica a igreja construída no século XVII, que ainda conserva intacta a madeira de cartão e nas proximidades existem várias barracas de artesanato. Uma alfarrobeira centenária testemunha toda a sua agitação. Purmamarca cresceu sob o famoso "Cerro de Sietros Colores", que pode ser percorrido ou percorrido pela estrada de Los Colorados, algumas colinas que emergem estranhamente da rocha. Mais ao norte, encontramos a cidade de Tilcara, a mais importante da região do ponto de vista cultural:. Nele você pode visitar o museu arqueológico, as feiras, as rochas folclóricas e o famoso Pucará com seu jardim de cactos. Um pucará é uma antiga cidade militar indígena, que por razões estratégicas foi construída em um ponto em que uma vasta área é visualmente dominada. A vista de lá é realmente imperdível. Na antiga cidadela, você também pode perceber a atmosfera de outros tempos que nidifica na textura das rochas, das paredes e dos currais.

TOP 8:

Ushuaia - Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul

Ushuaia - Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul
Ushuaia é uma cidade argentina, capital da província da Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul. É conhecida como "A cidade no fim do mundo", pois é a cidade mais austral do planeta. Foi a partir desse conceito que o Museu do Fim do Mundo foi criado nele. Ushuaia oferece, em seus arredores, territórios virgens inexplorados que convidam à descoberta e à aventura. Portanto, as principais atividades que podem ser realizadas neste canto privilegiado estão relacionadas à natureza, incluindo trekking, cavalgadas, escaladas e mergulhos. Cerro Castor é a opção que Ushuaia oferece aos amantes da neve durante os meses de inverno. Milhares de anos foram necessários nas águas oceânicas para erodir parte do continente ou movimentos telúricos sérios geraram essa divisão continental, formando uma grande ilha e um passe interoceânico. O clima é frio, embora agradável. As temperaturas permitem praticar esportes de inverno, como esqui alpino e cross-country, snowboard, patinação no gelo, trenó ou trenós puxados por cães, etc. mas eles não vão a extremos que impedem o funcionamento normal da cidade ou da atividade turística.

TOP 7:

Jump

Jump
É muito gratificante visitar a capital da província argentina de Salta, pois contém história, tradição e arquitetura vice-jurídica. A marca espanhola o distingue das demais cidades do país. A influência colonial é sentida ao caminhar pelas ruas e é descoberta em suas antigas casas coloniais com varandas de madeira. Surpresas de beleza na cidade e arredores e, sem dúvida, toda a província merece o seu apelido: "Salta, la linda". O Cloud Train é uma das três ferrovias mais altas do mundo e parte da província de Salta e atravessa a Cordilheira dos Andes. A cidade de Salta é cercada por colinas e foi construída no Vale Lerma a partir de 1582. A Catedral é imponente, tão imponente quanto as imagens que ela contém e que são objeto de veneração: o Senhor e a Virgem do Milagre, que em setembro, eles organizaram a procissão pública mais famosa da Argentina. A antiga Prefeitura, com seu Museu da história do Norte e inúmeras lojas de prata crioulas, completam o setor da praça. A um quarteirão de distância, a Iglesia San Francisco. do século XVIII, é uma das mais bonitas por sua ornamentação, cor e a vistosa torre de 57 metros, a mais alta da América do Sul na época de sua construção. Um passeio pela cidade deve incluir uma visita ao convento de San Bernardo de las Carmelitas Descalzas. . Você também pode subir o teleférico até o Cerro San Bernardo para contemplar a vista da capital e seus arredores. O monumento de Guemes, no sopé da colina de San Bernardo, e o monumento de 20 de fevereiro, no norte da cidade, são tantas outras obras que recomendamos a visita.

TOP 6:

Vale da Lua - San Juan

Vale da Lua - San Juan
O Parque Provincial Ischigualasto, ou Valle de la Luna, é sem dúvida uma das maravilhas mais espetaculares que a Argentina oferece. Seu nome vem de uma palavra quíchua que significa: "Lugar onde a lua se põe". Está localizado no noroeste da província de San Juan, no departamento de San Agustín de Valle Fértil; em uma região que milhões de anos atrás havia um lago com vegetação abundante, propensa à vida de diferentes espécies de vertebrados. Hoje o clima do deserto é uma das características do local, com pouca chuva que geralmente ocorre no verão, ventos fortes e temperaturas extremas. Os traços de um ancestral são descobertos passo a passo. Vestígios da vida vegetal e animal emergem do solo, revelando e estudando a origem da vida neste planeta. Ninguém pensaria que um imenso lago cercado por uma vegetação exuberante, onde uma grande variedade de espécies crescesse e a reprodução de qualquer número de animais prosperasse, hoje é um grande deserto com muito pouca chuva, ventos fortes e altas temperaturas. Foi declarada Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, juntamente com o Parque Nacional Talampaya em La Rioja.

TOP 5:

Perito Moreno - Calafate - Santa Cruz

Perito Moreno - Calafate - Santa Cruz
O Glaciar Perito Moreno é o mais importante dos muitos que podemos encontrar no Parque Nacional Los Glaciares, no sudoeste da província de Santa Cruz. É sem dúvida uma das vistas mais espetaculares que o visitante pode admirar na Argentina. É uma incrível parede de gelo que se estende ao longo de um vale profundo. Sua frente tem 5 km de comprimento e mais de 60 metros. de altura. É uma das geleiras mais imponentes do mundo e foi considerada a oitava maravilha pelas vistas espetaculares que oferece. Está localizado em uma área imbatível, cercada por belas florestas e montanhas, dentro do Parque Nacional Los Glaciares. Este parque, criado em 1937, tem 724.000 e foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. A cidade de El Calafate está localizada na margem sul do Lago Argentino, a 315 km. de Río Gallegos, cerca de 80 km. da entrada do Parque Nacional Los Glaciares. Localizado em uma paisagem de estepes, os visitantes são surpreendidos pela amplitude de suas vistas, pela cor turquesa do lago Argentino e pela vegetação típica de uma área deserta.

TOP 4:

bons ares

bons ares
Buenos Aires é a capital da Argentina e, com sua forte influência européia, é a cidade mais cosmopolita da América do Sul. Oferece uma combinação de estilos imponentes com uma modernidade e dinamismo que gera no visitante o desejo de retornar. Destaca-se como o centro favorito de turistas estrangeiros. A característica "noite da porteña" surpreende o recém-chegado com a grande quantidade de ofertas culturais, gastronômicas e de entretenimento. Foi fundada em 1580 e localizada na margem oeste do Rio da Prata, e recebeu o nome de marinheiros espanhóis. A "Grande Buenos Aires" é a área onde vivem mais de 11 milhões de pessoas. Suas avenidas largas, suas ruas arborizadas, sua atmosfera e sua identidade cultural, com sua arquitetura magnífica cativam os viajantes. Não é possível descobri-lo em um único dia, pois existem muitos locais com características individuais distintas que dão à cidade um ar muito especial. Parte de seu charme está em sua atmosfera, em caminhar pelas diferentes áreas de uma cidade que parece viver em seu próprio mundo, em sentar em uma confeitaria para tomar um delicioso chá no melhor estilo britânico, ou melhor, em um café se sentindo em casa. Paris, por sua atmosfera de madeiras escuras e bronzes polidos.

TOP 3:

São Carlos de Bariloche- Bariloche- Rio Negro

São Carlos de Bariloche- Bariloche- Rio Negro
Dentro do território do Parque Nacional Nahuel Huapi e na margem sul do belo lago de mesmo nome, a cidade de San Carlos de Bariloche é uma das cidades mais bonitas e pitorescas da província de Río Negro, bem como um dos centros turísticos de maior importância na Argentina. Oferece uma ampla diversidade de ofertas de serviços e é muito mais do que o destino perfeito para viagens de graduados. É sem dúvida a capital turística da Patagônia e não deixa espaço ou tempo para indecisão. A província de Río Negro apresenta uma fisionomia espetacular com lagos, rios, morros, florestas e se destaca na bela cidade de San Carlos de Bariloche. Por mais atraente que seja variada, esta cidade atrai anualmente uma média de 650.000 turistas para diversão, satisfação e entretenimento, independentemente da época do ano (porque não apenas no inverno, recomendamos visitar Bariloche, mas o tempo todo). As ofertas sazonais variam de esqui, snowboard e outros esportes brancos no inverno; pesca, remo e aventura no verão; e confluência de atividades nas estações intermediárias. Cerro Catedral, um dos principais centros de esqui do país. Esta montanha, localizada perto do centro urbano, é imperdível para todos os turistas do sul da Argentina e lá você encontrará esportes de inverno, excursões na neve, emoção, natureza e adrenalina. Cerro Otto, com suas muitas alternativas e acesso ao Complexo de Inverno Piedras Blancas; e o Cerro Tronador, com sua altura, seu anfiteatro natural, sua passagem em direção à cachoeira Los Alerces e sua majestosa vista panorâmica; São outras das opções altivas oferecidas por Bariloche em sua ampla variedade.

TOP 2:

Cordoba

Cordoba
A província de Córdoba está localizada no centro do território continental da Argentina. Sua capital é a cidade de mesmo nome, localizada no centro da província e nasceu do desejo de ligar o Alto Peru ao Rio da Prata. Seu clima favorável ao longo do ano, seu alto nível de segurança e sua infraestrutura garantem ao visitante um atendimento de máxima qualidade. Seus shoppings, shopping centers e serviços gastronômicos, sua intensa atividade cultural e a vida noturna de teatros, cassinos, confeitarias e discotecas fazem dele um bom destino para se visitar. Córdoba oferece ao turismo sua história e suas impressionantes paisagens, possuindo lugares cativantes e cheios de surpresas para os visitantes. Uma maneira direta de acessar a cidade é por via aérea, uma vez que possui o Aeroporto Internacional Pajas Blancas. O turista pode fazer circuitos para pedestres divertidos que ligam a Plaza San Martín à Catedral secular, à Prefeitura Histórica, à Casa de Trejo e a vários museus, entre outros. A alguns quilômetros de distância, nos arredores de Córdoba, você pode realizar diferentes atividades de turismo de aventura ou atividades alternativas, como excursões em veículos 4x4, mountain bike ou parapente, em uma das regiões mais bonitas da Argentina. As cidades de Villa Carlos Paz, La Falda, Mina Clavero e Villa General Belgrano são destinos indiscutivelmente inescapáveis dentro da província, pois suas paisagens e serviços são extremamente atraentes e agradáveis.

TOP 1:

Cataratas do Iguaçu - Misiones

Cataratas do Iguaçu - Misiones
As Cataratas do Iguaçu estão localizadas em Misiones, uma das províncias mais bonitas da Argentina. Este lugar oferece uma combinação de natureza, história e cultura que o tornam uma proposta inescapável para todos os turistas. O nome das Cataratas do Iguaçu deriva de uma palavra guarani que significa "água grande". O rio Iguazú, que se origina no estado brasileiro do Paraná, forma um grande sistema de cachoeiras perto de sua confluência com o rio Paraná, mesmo na fronteira entre o Brasil e a Argentina. Através das passarelas seguras dos passeios superiores e inferiores, você pode acessar esse impressionante abismo de água, que deslumbra a vista de cada pessoa que se aproxima. A estrutura da selva subtropical e a fina garoa serviram como cenário natural para o cenário de filmes famosos, como "A Missão". Para preservar a selva subtropical que circunda as cataratas, foram criados dois parques nacionais: o Parque Nacional do Iguaçu na Argentina e o Parque Nacional do Iguaçu em Brasill. A flora e a fauna são extremamente lucrativas. Você pode encontrar espécies de árvores nativas e plantas regionais muito procuradas por sua beleza e exotismo. A selva missionária abriga mais de 2.000 espécies conhecidas de plantas